Dois jovens brasileiros são considerados o futuro da gastronomia

Dois brasileiros estão entre os jovens considerados o futuro da gastronomia

Foi publicada nesta terça-feira (20) a revista britânica “Restaurant”, 50 das quais vão moldar o futuro da gastronomia. Estão dois brasileiros na lista: Thiago Vinicius de Paula da Silva, de São Paulo (32), Capão Redondo e Mariana Aleixo, do Complexo de Malé (33).

Dois jovens brasileiros são considerados o futuro da gastronomia

Esta coleção de livros (doravante referida como 50) foi publicada pela primeira vez. Ao contrário dos 50 melhores restaurantes de prestígio, esta lista não é classificada. Foram selecionados jovens entre 20 e 35 anos de 34 países. E analise.

Os prêmios são divididos em sete categorias – manufatura, educação, tecnologia, empreendedorismo, ciência, hospitalidade e ativismo – não apenas para reconhecer chefs, mas também para elogiar aqueles que são ativos e influenciam outros setores da área.

Thiago usa a gastronomia como meio de transformação nos subúrbios onde vivem, e há 9 anos dirige a instituição cultural Solano Trindade, pequenos produtores da região cozinham para a mãe, Nice. Mariana usa a comida para ensinar as mulheres mare.

Seu projeto Maréde Sabores nasceu em 2010 e oferece aulas de culinária, certificados profissionais e vivência em refeitório administrado por alunos. A instalação está sendo entregue no momento. Durante a pandemia, ela recebeu treinamento em técnicas de fabricação e hospitalidade e gerou um banco de alimentos que fornecia alimentos para as pessoas mais vulneráveis ​​todos os dias.

“Meu objetivo é usar a gastronomia para fornecer ferramentas e habilidades aos moradores das favelas, fortalecer os movimentos populares na luta pela segurança alimentar, o acesso às políticas públicas e os direitos das mulheres e ser uma referência para outras áreas periféricas do mundo.”